O preparo missionário em Atos

    O livro de Atos é um verdadeiro relatório das obras missionárias da igreja primeira ou primitiva. Tomo como versículo central nesta pesquisa as palavras de Paulo em 20.24: “Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus”. Esta foi uma verdade testemunhada por mulheres e homens dispostos a pregar o evangelho naqueles dias.
    A expansão do evangelho está expressa no livro de Atos que vai desde o dia da descida do Espírito Santo, no dia de Pentecostes até a chegada de Paulo a Roma, para pregar o evangelho na capital do Mundo. Em toda a trajetória narrada no livro, percebe-se a ação plena do Espírito Santo no preparo dos bravos missionários.
    Após o evento de Pentecostes, Pedro e seus companheiros, em uma mensagem de arrependimento, levaram quase três mil pessoas ao batismo seguido de milagres e pregações, conforme os capítulos 2 e 3. Em seguida começam as perseguições e mesmo diante da pressão dos contrários a fé cristã, os apóstolos não cessavam de ensinar e pregar Jesus Cristo, assim, preparando mais discípulos (cf. 5.40-42). Estes discípulos, preparados para pregar o Evangelho, mesmo dispersos, continuavam sua missão: “Eles, porém, havendo testificado e falado a palavra do Senhor, voltaram para Jerusalém e evangelizavam muitas aldeias dos samaritanos” – Atos 8.25.
    Contudo, esses homens destemidos ainda não haviam alcançado a todos os povos. Então um homem foi escolhido e preparado por Deus para que o Evangelho fosse proclamado a mais pessoas. Saulo era um homem dotado de conhecimentos linguístico e filosófico, mas era também um perseguidor de cristãos. Em sua conversão, Saulo que logo- recebeu o nome de Paulo, foi escolhido e enviado por Jesus Cristo para pregar aos gentios: “Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel” – Atos 9.15.
    De forma organizada, guiados pelo Espírito Santo, os apóstolos se dividiam em cidades para anunciar o evangelho. Muitos foram perseguidos, presos e até mortos (cf. 12.1,2). Ainda assim a campanha missionária da igreja primeira não se extinguia e mais pessoas se convertiam a fé cristã, onde muitos davam continuidade à obra missionária dos apóstolos.
    Diversas cidades foram visitadas e revisitadas, igrejas plantadas, o evangelho se expandiu e Paulo chegou ao seu destino onde lá ficou por um tempo e escreveu algumas cartas às igrejas, outrora visitadas, orientando-as na doutrina bíblica. Em todo o tempo na história da igreja o Espírito Santo de Deus orienta mulheres e homens para propagar a Verdade que liberta a todas as gerações.
Soli Deo Gloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s