ANSIEDADE NESTA VIDA

“Aquilo que desesperadamente procuramos pode bem ser o que já possuímos.” (Harvey Cox)
Fim de ano chegando, mês de Dezembro é um dos meses em que o comércio mais movimenta mercadorias. Todo mundo preparando a ceia de Natal com uma mesa farta.  Comprando presentes, roupas novas, sapatos e por aí vai até onde o dinheiro pode pagar. Quando não dá, compra-se a prazo. Esses somos nós. O sistema precisa do nosso dinheiro para se manter e nós precisamos dos produtos que o sistema oferece. 

Mas nem sempre temos tudo o que queremos nesta vida. Aquela casa na praia, um carrão importado e aquela fazenda tão sonhada são itens que fazem parte dos nossos sonhos. Sonhar não custa nada, mas viver ansioso por não ter tudo na vida com certeza pode nos trazer uma série de males…

Texto base – Mateus 6: 25-31
Bens Materiais
(vers. 26, 28) 

Podemos observar que Deus não alimenta as aves por meios milagrosos, mas pelo processo natural as aves se sustentam. Então porque se busca, como nunca, formas milagrosas de enriquecer? Me parece que as pessoas veem em Deus uma oportunidade de viver ganhando presentes. Será herança da infância em que nossos pais são responsáveis em nos dar tudo? Assim, precisamos crescer!

Um outro exemplo são os lírios do campo que se vestem da forma mais bela sem o menor esforço. Como isto se aplicaria em nossas vidas? Simples! Deus dá a oportunidade de adquirirmos dinheiro com um emprego, desse dinheiro podemos, entre outras coisas, nos vestir. Contudo, queremos sempre mais do que podemos, não é verdade? Assim, nos aventuramos nos cartões de créditos comprando muito além do que podemos ter. Aprenda com as flores!

Bens para a Vida
(vers. 27, 29)

Qual de nós pode acrescentar um côvado a sua vida? Um côvado é um valor de medida que chega a ter cerca de 45 cm. Ou seja, qual de nós tem o poder de prolongar a vida? O melhor que podemos fazer é viver de forma saudável a assim viver bem. Mas só Deus sabe exatamente o dia em seremos chamados para a eternidade. Viver para Deus é investir na vida eterna e não neste mundo, por isso tem verdadeiro valor!

Em seguida Jesus dá o exemplo de Salomão que, com todas as riquezas não se vestiu tão maravilhosamente como os lírios do campo. Queremos, queremos e queremos. Pedimos, pedimos e pedimos. Esse é o ser humano, nunca satisfeito com o que tem. O exemplo dos lírios é que Deus nos dá naturalmente todas as provisões. Confie nELE e o mais Ele fará, pois…

Deus sabe o que realmente precisamos
(vers. 30-32)

Que nada sirva de desculpa para que vivamos de qualquer jeito esperando Deus suprir todas as coisas, mas Ele sabe muito bem daquilo que precisamos. Viver satisfeito com o que se precisa é bem diferente que viver ansioso por não ter tudo o que se quer. Será que toda essa ansiedade tem mesmo sentido? Neste texto Jesus chama atenção dos seus ouvintes os chamando de “homens de pequena fé”. Se nós vivemos na inquietude da vida material somos também considerados como estes de pequena fé.

Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6.33)
No conteúdo simples desta parábola é que reaprendemos o verdadeiro valor das coisas nesta vida. NADA TEM VALOR. Como disse o sábio Salomão: “é tudo vaidade, é como correr atrás do vento…” A vida só terá sentido quando colocarmos cada coisa no seu devido lugar. O Reino de Deus tem o seu lugar. E deve ser o primeiro lugar. Portanto, coloque em ordem a sua vida e em Deus, todas as coisas acontecerão no devido tempo, para a honra e glória do nosso Pai. Em nome de Jesus!
Soli Deo Gloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s