Seja Médico

Não é nenhuma novidade que igrejas são também chamadas de comunidades terapêuticas, algumas têm buscado atender bem a esta necessidade, mas poucas acertam a razão de cuidar de pessoas. Uma conhecida frase de Karl Marx se tornou bastante difundida entre os ateus por expressar o seguinte: “A religião é o ópio do povo”. De certo modo eu concordo com Marx e vou explicar. 

No Novo Testamento Bíblico há uma série de textos que relatam encontros de Jesus com pessoas, que vão desde crianças aos mais respeitados líderes religiosos e estatais daquele tempo. Começo logo a notar o tipo de tratamento que foi dado a cada uma dessas pessoas. Os religiosos, homens socialmente respeitados receberam as mais duras críticas de Jesus, houve casos em que foram chamados de raça de víboras! Esses religiosos se consideravam perfeitos e por isso achavam que não necessitavam da cura de Jesus.

Felizmente muitas mulheres e homens considerados imperfeitos também tiveram um encontro com Jesus. Estes foram tratados como filhos, onde o amor do Pai lhes era demonstrado em curas milagrosas, no sentar à mesa e dividir o pão. Pessoas doentes para a sociedade foram alvo da maioria das ações e situações narradas nos evangelhos. Muitos tiveram curas de enfermidades mentais e físicas, outros nem sequer tinham doença física, mas eram descartados pelos religiosos por não fazer parte da mesma descendência.

Todo esse absurdo foi combatido por Jesus e está amplamente descrito na Palavra de Deus, hoje não é diferente. A religião têm adormecido as pessoas à Verdade, têm sido um ópio para o povo. A cruz de Cristo virou um símbolo e o Cristo da cruz não é mais pregado, pois o que vale hoje é alimentar esperança da fé tão somente pela fé, ou da fé em si mesmo. Religiões que pregam cura física e deixam as pessoas doentes aguardando um “milagre financeiro” estão por todas as partes.

Faça diferente, seja “médico” e indique a cura… fale de Jesus Cristo e deixe que o Espírito Santo guie as pessoas ao Pai!

 

“Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas, sim, os doentes.”  (Mateus 9 : 12)

 

Soli Deo Gloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s