Meu nome é Natanael

Natanael (em hebraico Netan’el em hebraico, significa “Deus deu”) aparece no Evangelho de João, nos capítulos 1 e 21. Nos outros 3 evangelhos ele não é mencionado, contudo se retém que seja a mesma pessoa encontrada nos outros Evangelhos com o nome de Bartolomeu. Portando, é um dos 12 apóstolos.

Leia João 1. 46 – 50

Filipe encontra Natanael e lhe diz: “Encontramos aquele de quem escreveram Moisés, na Lei, e os profetas: Jesus, o filho de José, de Nazaré”. Perguntou-lhe Natanael: “De Nazaré pode sair algo de bom?” Filipe lhe disse: “Vem e vê”. Jesus viu natanel vindo até ele e disse a seu respeito: “Eis verdadeiramente um israelita em quem não há fraude.” Natanael lhe disse: “De onde me conheces?” Respondeu-lhe Jesus: “Antes que Filipe te chamasse, eu te vi quando estavas sob a figueira”. Então Natanael exclamou: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”.

O Evangelho de João apresenta Natanael como um conhecedor das escrituras e como alguém que vivia segundo o costume farisaico. Quando Jesus diz dele que era “um israelita em quem não há fraude” que dizer que pertencia ao povo de Israel por convicção pessoal e não somente por descendência de sangue. Visto que Filipe discute com ele sobre as afirmações messiânicas presentes na Lei e nos Profetas, provavelmente era alguém que estudava as Escrituras, o Antigo Testamento. O costume farisaico era de estudar a Bíblia à sombra de uma árvore.

“Jesus respondeu, e disse-lhe: Porque te disse: Vi-te debaixo da figueira, crês? Coisas maiores do que estas verás” (João 1. 50).

A redenção retira a cegueira, pois em Cristo enxergamos além!

I. A cegueira do preconceito

Preconceito não é nada novo. Naqueles dias já havia muito preconceito. O etnocentrismo radical era e é muito presente na cultura oriental. “De Nazaré pode sair algo bom?”. Pode até ser que não sejamos preconceituosos com pessoas nascidas em países, regiões ou estados vizinhos. E quando se tratam de outras religiões, denominações ou estilos? O preconceito nos impede de enxergar o que há de melhor nas pessoas, enfatizando apenas aquilo que nos incomoda.

II. Cegueira das Sagradas Escrituras

Será que o fato de frequentar a igreja e conhecer a Bíblia é suficiente para minha caminhada de fé? É claro que não. Há muito mais acerca da nova vida em Cristo. Natanael era um religioso e conhecia as Sagradas Escrituras, porém era cego ao que estava diante dos seus olhos. Jesus Cristo, o nosso Senhor nos chama a uma vida autêntica de relação familiar com o Aba, nosso querido Deus Pai. Uma relação pautada em fé, esperança e amor. Infelizmente não é isso que tem sido pregado em muitos seguimentos religiosos hoje em dia.

III. O olhar de Cristo estava sobre Natanael

Nada escapa aos olhos do nosso Deus. Jesus conhecia Natanael. Disse Jesus: “Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira”. Deus está nos vendo, observando e participando de nossa vida. Em Provérbios 15.3 está escrito: “Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons”. Ao tomar conhecimento de algo assim será que vamos viver com medo do olhar de Deus? Ou tranquilos por saber que estamos ao Seu cuidado? Se a resposta for medo, é porque estamos vivendo de maneira que não agrada ao Senhor.

IV. Em Cristo enxergamos além

“Qualquer um pode contar as sementes em uma maçã, mas só Deus pode contar o número de maçãs em uma semente.” (Robert H. Schuller)
Disse Jesus a Natanael: “Coisas maiores do que estas verás”. Tudo isso é pela fé! Leia Hebreus 11 e veja o quanto Deus tem feito através do seu povo que, pela fé, permaneceram fieis e muitos nem sequer desfrutaram das bênçãos, mas viveram satisfeitos por fazer a vontade de Deus. Jesus nos convida a olhar para Ele e enxergar além das nossas limitações e com os olhos da fé compreender e viver o senhorio de Cristo. Dessa forma, poderemos sair do conforto dessa sombra da árvore da religião e viver o VERDADEIRO CRISTIANISMO!

Soli Deo Gloria

Um comentário sobre “Meu nome é Natanael

  1. Admiring the persistence you put into your site and in depth information you provide. It’s good to come across a blog every once in a while that isn’t the same outdated rehashed information. Wonderful read! I’ve bookmarked your site and I’m including your RSS feeds to my Google account.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s