CONTINUAR

Em meio a muitas batalhas desde o início do ministério, com a ajuda de um grande amigo chamado Erickson Costa, comecei a refletir sobre continuar e como a Palavra de Deus assegura que mesmo parecendo improvável o nosso objetivo em Deus vai se cumprir. Destaco que é o objetivo EM DEUS e não apenas meus anseios pessoais.

Hebreus 12.1-3

Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma.

Uma corrida com obstáculos (12.1)

O primeiro versículo fala de uma corrida com obstáculos. Muito diferente da corrida olímpica com obstáculos, onde o atleta tem em mente a localização dos pontos em que deve saltar e sabe até o número de passos para chegar até eles. Neste texto sagrado, o autor da carta aos Hebreus comenta que os obstáculos são “todo o peso e do pecado que tenazmente nos assedia”, ou seja muitas vezes corremos com peso, o que nos leva ao cansaço e enfado. Ao falar do pecado que está o tempo todo tentando “grudar” em nossas vidas.

Olhando para o foco (12.2)

No versículo seguinte, completa as ultimas palavras do anterior onde diz que nossa corrida deve ser perseverante olhando para Jesus, o Autor e Consumador de nossa fé que, como exemplo suportou a dureza dos homens (gente que havia feito milagres desde dar-lhes alimento até livramento de morte) e a morte na cruz (julgado pelo mesmo povo que o aclamou), porém ainda não era o fim pois ressuscitou e está nos céus.

Vamos até o fim (12.3)

E no ultimo versículo de nossa reflexão, o autor declara que devemos considerar Cristo Jesus que suportou a pior das situações e foi traído por aqueles que Ele mesmo salvou. Não devemos nos cansar na corrida ao ponto de desistir sucumbindo a nossa alma ou nos entregando ao desespero. E tudo isso em meio a uma nuvem de testemunhas que é uma platéia assistindo nossa corrida da vida, alguns até, quem sabe, torcendo por nossa queda.

Desse modo não vamos desistir, prosseguiremos para o alvo correndo e nos livrando de todo peso. Este alvo é Jesus Cristo, é Nele que devemos chegar, é por Ele que precisamos viver e sem Ele a corrida da vida já é uma derrota. Estou com Jesus e por isso vou continuar…

Soli Deo Gloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s