Imitador de Cristo

Disse Deus: Ser-me-eis santos, porque eu, o SENHOR, sou santo e separei-vos dos povos, para serdes meus. [Levítico 20.26]

Tudo bem que o nosso Deus é Santo. Agora, quando Deus nos orienta a ser santo como Ele é o negócio complica! Como eu, um mortal pecador posso ser santo como Deus? Seria uma ilustração ou metáfora?

A resposta encontra-se na Palavra de Deus: Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. [1 Pedro 1.14-16] Pedro deixa claro que não se trata de uma simples ilustração ou metáfora é sim a maneira que TODO cristão deve viver!

Deste modo quando Paulo diz em 1 Coríntios 11.1 “Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.” Não se trata de uma atitude arrogante ou uma “ostentação gospel”, mas sim a imagem que Paulo preocupava-se em refletir. Assim também nós devemos refletir santidade a começar nos enxergando santos.

Mesmo Paulo que se enxerga imitador de Cristo foi um terrível pecador… E depois ele tornou-se perfeito? Veja o que diz a seguinte narrativa…

Alguns dias depois, disse Paulo a Barnabé: Voltemos, agora, para visitar os irmãos por todas as cidades nas quais anunciamos a palavra do Senhor, para ver como passam. E Barnabé queria levar também a João, chamado Marcos. Mas Paulo não achava justo levarem aquele que se afastara desde a Panfília, não os acompanhando no trabalho. Houve entre eles tal desavença, que vieram a separar- se. Então, Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre. Mas Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu encomendado pelos irmãos à graça do Senhor. E passou pela Síria e Cilícia, confirmando as igrejas. [Atos 15.36-41]

Pois é, a discussão de Paulo com Barnabé leva-os a seguirem caminhos diferentes até segunda hora. Isto nos leva a entender que Paulo não tornou-se um extraterrestre ao dizer ser imitador de Cristo. Ele apenas entendeu a responsabilidade de carregar o nome de cristão.

Todos os dias somos “testados” para ver se realmente podemos carregar o nome de cristão! Apesar de nós, Cristo se entregou na cruz em nosso favor, então nossas atitudes devem refletir gratidão por Ele!

Minha oração é que eu possa me enxergar da maneira como Deus quer me ver.

Soli Deo Gloria

Um comentário sobre “Imitador de Cristo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s