Quem é quem?

“Quem é ‘de Deus’ levanta a mão!”

Esta é uma daquelas frases de impacto que proferidas em tom de grito de guerra em shows evangélicos, ou como costumo chamar ironicamente de “gospeis”. Shows desta natureza são hoje uma bela forma de arrecadar dinheiro de um público duplamente fiel aos seus ídolos. Se são idolatrados e as pessoas gospeis vão tão somente para vê-los, então onde fica Deus em tudo isto?

Também não fico surpreso quando muitos evangélicos nem lembram na segunda-feira aquilo que foi pregado no fim de semana em sua igreja. Igrejas que não querem carregar o título de “tradicionais” alimentam seus cultos de uma série de apresentações e ministrações que causam um belo entretenimento aos ouvintes, até emocionam e envolvem as pessoas, mas pouco edifica no ensino bíblico.

“Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?” (I Timóteo 3.5)

O que se vê por aí são reuniões desordenadas e sem a menor reverência. Adultos agindo como crianças, crianças que se divertem imitando os adultos. Meu Deus, o que é isso? Gente que não tem costume de ordem em casa e leva isso para a igreja. Líderes pregadores que dizem não precisar preparar mensagens porque o Espírito Santo de Deus vai falar, USANDO DEUS COMO DESCULPA PARA O COMODISMO. A presença do Espírito se torna um motivo para um verdadeiro picadeiro de manifestações diversas.

Vejamos o que diz a Palavra de Deus em 1 Timóteo 1.3-7:

3 Como te roguei, quando partia para a Macedônia, que ficasse em Éfeso, para advertires a alguns que não ensinassem doutrina diversa, 4 nem se preocupassem com fábulas ou genealogias intermináveis, pois que produzem antes discussões que edificação para com Deus, que se funda na fé… 5 Mas o fim desta admoestação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida; 6 das quais coisas alguns se desviaram, e se entregaram a discursos vãos, 7 querendo ser doutores da lei, embora não entendam nem o que dizem nem o que com tanta confiança afirmam.

Nesta epístola, Paulo saúda seu filho na fé e exorta a refutar os mitos e genealogias irrelevantes espalhadas por aqueles que querem ser mestres da lei. Com um “passado negro”, Paulo é um belo exemplo da misericórdia divina e eleva louvores a Deus por tê-lo chamado para pregar a Cristo. Em seguida Timóteo é orientado a permanecer fiel ao que foi chamado, e é advertido contra homens como Himeneu e Alexandre que perderam sua fé.

O servo de Deus deve estar preparado para advertir os falsos mestres e ensinar o verdadeiro significado do amor.

Uma advertência (vs. 3 e 4)

Conforme podemos ver em Filipenses 2.19: “Espero, porém, no Senhor Jesus, mandar-vos Timóteo, o mais breve possível, a fim de que eu me sinta animado também, tendo conhecimento da vossa situação.” Estando próxima a libertação de Paulo em Roma, ele envia Timóteo a Filipos a fim de ter conhecimento do caminhar da igreja lá, é evidentemente planejou encontrar com Timóteo em Éfeso depois do seu regresso de Colossos e delega a tarefa de dar o devido trato aos falsos mestres a Timóteo e escreve para que ninguém questione sua autoridade.

É interessante que Paulo conhecia bem aqueles falsos mestres, ele não envia essa advertência baseada em “achismos” mas em fatos, pois conhecia, inclusive o assunto de suas mensagens heréticas: “… Fábulas e genealogias intermináveis…” Aqui o ensino judaico baseado em mitos desviava o foco da graça redentora de Cristo Jesus.

Ainda no versículo 4 Paulo diz que está linha de ensinos mais criam especulações inúteis do que crescimento na fé… Será que isso ainda existe hoje? Sim e muito!!!

O ensino do amor (vs. 5)

Após atacar os falsos ensinos, Paulo traz uma resposta para a abordagem que deveria ser feita por Timóteo. O alvo deste ensino deve ser o amor que só pode fluir de uma real experiência com Deus! O teólogo Geoffrey Wilson traz uma bela definição desses três aspectos do versículo 5:

1. Um coração puro: nas Escrituras “o coração” corresponde a totalidade do ser humano em seu íntimo (Pv 4.23), é assim um coração puro indica a radical renovação interior que habilita o homem a amar e servir a Deus com sincera devoção (Mt 5.8).
2. Uma boa consciência: a palavra consciência significa literalmente “um conhecer com”, e é o termo frequentemente empregado por Paulo para designar a faculdade inata de julgamento pessoal próprio pelo qual ele prova os seus pensamentos e as suas ações (Rm 2.15).
3. Fé não fingida: apontando os falsos mestres, Paulo fala de uma fé não hipócrita que não precisa de máscara para esconder a inverdade (2Tm 1.5).

Consequências do falso ensino (vs. 5,6)

O falso ensino protagonizado pelos falsos profetas geram desviados que vivem reconversão tolas. Ou seja. Pensamentos inúteis, vãos e sem sentido quando ministrados a pessoas sem critérios produz tão só é simplesmente discussões inúteis, vãs e sem sentido que consequentemente afastam essas pessoas da fé.

Alguém já disse que… “Se o coração do pregador não estiver posto nas grandes realidades do Evangelho, se estiver em desacordo com o profundo tom espiritual delas, ele não terá prazer em falar sobre elas, e só se alegrará muito em voltar-se para tópicos inferiores”

No versículo 7 temos essa fala que creio trazer uma certa ironia de Paulo. “Querem ser doutores mas nem sequer sabem o que dizem” (interpretação livre). É comum a falsos mestres a auto-proclamação de que eles são sábios e doutores do conhecimento e isso se reflete a todos aqueles que se desviam do Evangelho, pois anunciam seus erros com a obstinada segurança nascida da ignorância.

Contudo, o início da carta de Paulo a Timóteo léva-nos a entender tamanha importância de conhecer bem e dominar as Sagradas escrituras com o cuidado de defender a Verdade de Deus e também não nos envolver na ignorância da exaltação de si e discussões sem sentido.

Soli Deo Gloria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s