Cura total

Quantos de nós ao sofrer de alguma doença somos capazes de buscar qualquer remédio sem medir esforços? Ter a cura de algo que nos incomoda traz uma real sensação de alívio e ainda nos torna mais experientes. No texto que vamos ver a seguir, duas curas são ministradas por Jesus a um mesmo homem. Veja Marcos 2.1-12:

1 Alguns dias depois entrou Jesus outra vez em Cafarnaum, e soube-se que ele estava em casa. 2 Ajuntaram-se, pois, muitos, a ponta de não caberem nem mesmo diante da porta; e ele lhes anunciava a palavra. 3 Nisso vieram alguns a trazer-lhe um paralítico, carregado por quatro; 4 e não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o paralítico. 5 E Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: Filho, perdoados são os teus pecados. 6 Ora, estavam ali sentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações, dizendo: 7 Por que fala assim este homem? Ele blasfema. Quem pode perdoar pecados senão um só, que é Deus? 8 Mas Jesus logo percebeu em seu espírito que eles assim arrazoavam dentro de si, e perguntou-lhes: Por que arrazoais desse modo em vossos corações? 9 Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Perdoados são os teus pecados; ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito, e anda? 10 Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados (disse ao paralítico), 11 a ti te digo, levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa. 12 Então ele se levantou e, tomando logo o leito, saiu à vista de todos; de modo que todos pasmavam e glorificavam a Deus, dizendo: Nunca vimos coisa semelhante.

A cura de um paralítico mostra que o poder de Jesus está além das necessidades físicas!

  1. Jesus investe tempo no ensino

Os dois primeiros versículos narram que Jesus voltara a Cafarnaum e que estava em uma casa. Cafarnaum era o lar de quatro dos seus discípulos – Pedro, André, Tiago e João. Logo, esta era uma cidade em que muitos ouviram falar a respeito de Jesus e seus feitos milagrosos. Segundo Marcos, a casa estava tão cheia que nem na porta havia lugar para ficar.

Apesar do provável ambiente nada confortável, é alí que Jesus dedica tempo para o ensino, pois Ele “anunciava a Palavra.”

  1. O esforço para a cura

Seguem os versículos 3 e 4 onde temos uma mudança de cenário aqui. Esses quatro homens carregando o paralítico não mediram esforços para atender ao desejo de um enfermo – a sua cura!

  1. A cura dos pecados (causa críticas)

Os homens são bem sucedidos desta investida e o paralítico alcança Jesus – alcança a cura! O interessante é que o texto narra (vs. 5) que Jesus viu a fé deles que fora tão somente o esforço para aproximar-se do Filho de Deus. E Jesus declara a cura dos pecados daquele homem. Naqueles dias era comum à cultura religiosa o entendimento de que se uma criança nascia com alguma deficiência, a causa daquela má formação eram os pecados “herdados” dos seus pais. Então Jesus ataca esta cultura enganosa e ao mesmo tempo apresenta-se publicamente como o cordeiro de Deus, que tem poder de curar pecados.

Só que este anúncio de que Jesus tem tamanho poder causou incômodo nos religiosos de plantão. A partir do versículo 6 vemos que os escribas chegaram a acusar Jesus de blasfêmia, por não aceitar que Ele tenha tal poder. Então Jesus os coloca à prova perguntando: (vs. 9) “Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Perdoados são os teus pecados; ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito, e anda?” Ou seja, é mais fácil para um religioso adquirir a cura dos pecados (que era realizado através de sacrifícios), do que uma cura física sem solução.

  1. A cura de uma doença física (causa espanto)

Por fim, os versículos 10 a 12 selam este momento em que Jesus ensina numa casa. Mais uma vez atestando Sua autoridade messiânica como Aquele capaz de curar de todos os males, Jesus declara a cura física daquele homem que agora sai da casa não mais pelas mãos de quatro homens, mas caminhando, causando espanto e levando todos a glorificar a Deus.

De qual cura nós hoje precisamos?

O perdão de pecados é suficiente para muitos, porém outros precisam de uma cura física.

Creia, tenha fé e busque Jesus com toda sua força!


Soli Amori Christi

3 comentários sobre “Cura total

  1. Carlos Fernando disse:

    Essa palavra é incrível. Transformei ela em devocional e ruminei a semana inteira. Incrível a pré disposição de Jesus. Que o senhor continue lhe inspirando a cada dia.

  2. Não sei o que é mais incrível… se Ele ter feito todo isso em carne e osso, ou continua fazendo isso por meio de corpos tão frágeis de carne e osso, por meio de pecadores.

    Sabe pastor, quando minha mãe teve dengue hemorrágica, à beira de uma transfusão, foi feita uma corrente de oração, por meio do Érick e o irmão dele, o Davys, ambos da PIB. E ela não precisou.

    Quando meu pai foi preso injustamente por causa de uma trama entre clientes que ele nem soube, mas por ser contador foi enquadrado, eles estavam lá. ELE estava lá. E ele foi solto.

    Quando minha irmã teve um AVC, ficou toda torta no hospital, de novo. Hoje ela está ótima, sem sequelas, graças a DEUS, batizada na PIB e em pouco tempo irá casar-se.

    Além de todos esses milagres, porque não citar o de hoje, na PIB? Eu, sem força nas pernas de tanta emoção, aceitando Jesus Cristo. Agradeço a Deus, a PIB e ao senhor por terem me orientado tanto. Um forte abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s