Mensageiros das boas novas

A ocasião para a carta foi o envio de uma oferta financeira da igreja a Paulo pelas mãos de Epafrodito (4.18), com instruções para ministrar às necessidades do apóstolo em Roma. Muito provavelmente, Epafrodito também levou relatos sobre o progresso e os problemas da igreja. Agradecendo à igreja por sua generosidade, Paulo também queria encorajar a perseverança nos traços positivos e oferecer correção para as áreas nas quais a igreja se achava deficiente. Outros motivos para a carta foram a correção de qualquer desentendimento sobre o desempenho de Epafrodito como mensageiro e ministro (2.25-30) e a iminente visita de Timóteo (2.19-24).

Carlos Osvaldo Pinto

Filipenses 2:19 – 3:1

19 Espero, porém, no Senhor Jesus, mandar-vos Timóteo, o mais breve possível, a fim de que eu me sinta animado também, tendo conhecimento da vossa situação. 20 Porque a ninguém tenho de igual sentimento que, sinceramente, cuide dos vossos interesses; 21 pois todos eles buscam o que é seu próprio, não o que é de Cristo Jesus. 22 E conheceis o seu caráter provado, pois serviu ao evangelho, junto comigo, como filho ao pai. 23 Este, com efeito, é quem espero enviar, tão logo tenha eu visto a minha situação. 24 E estou persuadido no Senhor de que também eu mesmo, brevemente, irei. 25 Julguei, todavia, necessário mandar até vós Epafrodito, por um lado, meu irmão, cooperador e companheiro de lutas; e, por outro, vosso mensageiro e vosso auxiliar nas minhas necessidades; 26 visto que ele tinha saudade de todos vós e estava angustiado porque ouvistes que adoeceu. 27 Com efeito, adoeceu mortalmente; Deus, porém, se compadeceu dele e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza. 28 Por isso, tanto mais me apresso em mandá-lo, para que, vendo-o novamente, vos alegreis, e eu tenha menos tristeza. 29 Recebei-o, pois, no Senhor, com toda a alegria, e honrai sempre a homens como esse; 30 visto que, por causa da obra de Cristo, chegou ele às portas da morte e se dispôs a dar a própria vida, para suprir a vossa carência de socorro para comigo.

3.1 Quanto ao mais, irmãos meus, alegrai-vos no Senhor. A mim, não me desgosta e é segurança para vós outros que eu escreva as mesmas coisas.

Timóteo e Epafrodito são enviados por Paulo como mensageiros de boas novas para perpetuar o Evangelho (Boas Novas).

Timóteo

O jovem pregador Timóteo era um “duplo mensageiro”, onde Paulo espera enviá-lo à igreja (19) para ter conhecimento das condições daquela igreja. Já nos versículos 20 e 21, o Apóstolo orienta que Timóteo é aquele a qual ele sente ser o melhor para levar a igreja aos propósitos de Jesus Cristo, pois outros buscam aos seus próprios interesses.

Paulo envia seu filho na fé (22) reconhecendo que não teria a oportunidade de conduzir a igreja, visto que estava preso só restava-lhe a esperança em rever os irmãos (23, 24).

Epafrodito

O mensageiro Epafrodito além de trazer as últimas novidades da igreja em Filipos, foi também o responsável pela oferta que a igreja havia enviado a Paulo para seu sustento enquanto encarcerado (25). Nos versículos seguintes Paulo descreve um recente acontecimento à Epafrodito, que ele esteve doente a ponto que quase falecer e ainda sentia saudades dos irmãos, dizendo: 26 visto que ele tinha saudade de todos vós e estava angustiado porque ouvistes que adoeceu. 27 Com efeito, adoeceu mortalmente; Deus, porém, se compadeceu dele e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza. 28 Por isso, tanto mais me apresso em mandá-lo, para que, vendo-o novamente, vos alegreis, e eu tenha menos tristeza. Interessante, nesta que é considerada uma carta da alegria, ver Paulo citar tristeza. Isto traz um importante ensino…

A verdadeira alegria não é ausência de tristeza, mas a certeza de que a fonte de nossa alegria é o Senhor! Está escrito: Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos! (Filipenses 4:4)

Os versículos 29 e 30 é uma ordem do apóstolo à igreja. Que ela honre homens que dão a vida prol Evangelho. Interessante observar que a “quase morte” de Epafrodito é utilizada para a igreja aprender a honrar missionários e não um apelo sensacionalista como se vê hoje em dia aos “testemunhos milagrosos” que se vê por aí.

Por fim, o versículo 1 do capítulo 3 fala, da fonte da alegria e também a importância das instruções de Paulo, ainda que seja algo repetitivo, são sim necessárias para aplicação!

Contudo, minha oração está em 1 Tessalonicenses 1:6, que diz:

Com efeito, vos tornastes imitadores nossos e do Senhor, tendo recebido a palavra, posto que em meio de muita tribulação , com alegria do Espírito Santo.

Soli Amori Christi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s