Alegria compartilhada

No capítulo 3 de Filipenses, vimos Paulo usando o exemplo de sua própria vida para exortar à igreja e argumentando que seu curriculum aparentemente perfeito aos olhos dos religiosos de nada servia ao seguidor de Jesus Cristo, pois este deve estar sempre olhando a diante e seguindo os passos do único que é perfeito no proceder.

Vejamos o que esta carta ainda tem a nos ensinar sobre vida comunitária e alegria.

Filipenses 4:1-9

1 Portanto, meus irmãos, amados e mui saudosos, minha alegria e coroa, sim, amados, permanecei, deste modo, firmes no Senhor. 2 Rogo a Evódia e rogo a Síntique pensem concordemente, no Senhor. 3 A ti, fiel companheiro de jugo, também peço que as auxilies, pois juntas se esforçaram comigo no evangelho, também com Clemente e com os demais cooperadores meus, cujos nomes se encontram no Livro da Vida. 4 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. 5 Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. 6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. 7 E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. 8 Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. 9 O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco.

Esta primeira parte do final da carta de Paulo aos Filipenses é “um clamor à paz”! Ele traz essa proposta que é o âmago de uma vida feliz, de modo que o texto que acabamos de ver poderia se resumir em:

Paulo apela aos filipenses que vivam em paz e desta maneira alcançariam alegria!

  1. É alegre quem tem paz interpessoal

O versículo 1 deste capítulo já traz o teor de apelo, veja como Paulo elogia a igreja, chamando até de “fonte de sua alegria”, que logo segue do conselho: “Permanecei, firmes no Senhor”!

Os versículos que seguem (vs. 2-4) são apelos de paz a pessoas específicas e depois a todos. Veja que no verso 2 Paulo não “economiza” palavras e dirigi-se às pessoas em específico. Provavelmente havia muita divergência entre as duas alí…

Depois o versículo seguinte (vs.3), ele pede a este companheiro (?) que as auxilie por serem cooperadoras. Assim também com Clemente e todos cooperadores. Termina este apelo inicial com um clamor à alegria, assim como vimos no capítulo 3.1. A alegria deve ter estar no Senhor!

  1. É alegre quem tem paz intrapessoal

Agora o foco do apelo muda de direção. Dos versículos 5 a 7 Paulo dirige a palavra à questões individuais. Em primeiro lugar ele aponta para nosso testemunho. “… vossa moderação conhecida de todos os homens.” Aqueles crentes precisavam se preocupar em como eram vistos pelas pessoas, pois o Senhor perto está.

Os versículos 6 e 7 tratam de oração. É bastante interessante que para ter paz interna precisamos nos manter ligados a Deus num relacionamento constante. A Bíblia diz: “Orai sem cessar!” em 1 Tessalonicenses 5.17 e logo em seguida Paulo diz: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”. Dessa forma vejo que no relacionamento de Paulo com Deus, nas suas orações havia uma ênfase na gratidão. Assim acontece no versículo 6 de Filipenses 4 – ele orienta que não devemos andar ansiosos e que tudo deve ser colocado diante de Deus com orações e AÇÕES DE GRAÇA!

Consequentemente o verso 7 fala de uma paz indescritível. Essa paz é guardadora de nossos pensamentos e sentimentos em Cristo. Esta é a “fórmula” para que não venhamos a viver nos preocupando com as questões da vida.

  1. É alegre quem tem paz com Deus

Seguindo os próximos versículos (vs. 8,9) temos Paulo orientando qual percusso se deve caminhar para alcançar paz com Deus, para isso é preciso viver intensamente. Observe que a palavra TUDO antecede a lista de atribuições que devemos ser:

  • Verdadeiros
  • Respeitáveis
  • Justos
  • Puros
  • Amáveis
  • Boa fama

É isso que deve povoar nosso pensamento. De forma que é preciso seguir os passos de quem acerta esse alvo. Paulo encerra dizendo (vs.9): “O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco”. Se não nos sentimos em paz com Deus, é porque talvez nos falte alguns itens nesta lista!

Somente assim se tem paz em Deus! Para viver em paz é preciso que ela seja completa. Paz com os outros. Paz conosco. E paz com Deus.

E disse Jesus: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo.” (João 14.27a)

Soli Amori Christi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s