Todos os caminhos levam a Deus!

Você deve conhecer esta expressão – todos os caminhos levam a Deus. Seja em tom de confronto, questionamento e até desculpa esfarrapada, esta frase está presente nas conversas religiosas por todo o planeta. Durante muitos anos na minha vida acreditei que sim, todos os caminhos levam a Deus. Depois da minha conversão, mudei radicalmente de opinião. Só que hoje quero refletir que SIM – todos os caminhos (com “c” minúsculo) levam a Deus.

É exatamente o que você leu. Hoje eu creio novamente que TODOS os caminhos levam a Deus, só que agora creio de uma outra perspectiva e não apenas uso esta expressão como desculpa para desencargo de consciência como fizera no passado.

Olhando para a Palavra de Deus tudo fica claro. E em se tratando de caminho deve ser de pleno entendimento a todo cristão de que só há um caminho para a salvação! Cristo Jesus, o nosso Senhor é o Caminho (com “C” maiúsculo). Só que na atual conjuntura da humanidade com sua população de míseros 7 bilhões e quase 300 milhões de habitantes, será que outras manifestações de fé também não trazem outros caminhos para Deus? Claro que sim, porém a salvação só há O Caminho!

E os outros caminhos? Eles levarão ao julgamento de Deus e TODOS passarão por este evento. Veja o que diz a Revelação a respeito do Julgamento:

de Israel

E sabereis que eu sou o Senhor, quando eu proceder para convosco por amor do meu nome, não conforme os vossos maus caminhos, nem conforme os vossos atos corruptos, ó casa de Israel, diz o senhor Deus. (Ezequiel 20.44)

dos anjos

Aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia. (Judas 6)

dos crentes

E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele. Nisto é aperfeiçoado em nós o amor, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos também nós neste mundo. (1 João 4.16,17)

dos gentios

Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, e todos os anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; e diante dele serão reunidas todas as nações; e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. (Mateus 25.31,32)

dos não-crentes

Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo. (João 5.28,29)

Em João 14. 4-6 está escrito: E para onde eu vou vós conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

{Biblifique-se}

Soli Deo Gloria

Crentes, Evangélicos e Protestantes

Discutir religião gera sempre conversas inacabáveis, normalmente quando pessoas de religiões diferentes conversam sobre o assunto, fazem com o intuito de convencer o outro e não de apenas apresentar uma fé ou ideologia. Não vou tratar aqui de religiões. Quero apenas refletir sobre alguns dos títulos dados aos cristãos.

Crentes
Há um dito popular que diz: “Crente, todo mundo é”. Se eu creio em algo, independente o que seja, já posso me considerar um crente. E um ateu seria crente? Sim ele é. Um ateu que não acredita em Deus mas acredita na própria existência, por exemplo, pode se considerar crente. Uma espírita é crente? Sim, ela é. O fato de acreditar em reencarnação, em comunicação com os mortos é uma crença. Crente é todo aquele que crê em algo. Sou crente por crer em Deus, na Trindade Santa, na Palavra de Deus, enfim, sigo um linha de crença.
Evangélicos
“Os evangélicos estão crescendo no Brasil; Candidato político evangélico; Música evangélica”. Essas e diversas outras expressões escutamos diariamente. Alguém que mudou certos hábitos chega e diz ao amigo: agora sou evangélico, pois me converti. A palavra evangélico deriva de uma palavra grega que significa Boas Novas. Quando encontramos em nossa Bíblia a expressão “Evangelho de Jesus segundo Mateus”, nada mais é do que as boas novas de Jesus descrito pelo apóstolo Mateus. Qualquer pessoa que segue um evangelho pode se considerar evangélica e há muitos evangelhos por aí, preste atenção ao que está ouvindo! Sou evangélico pelo fato de ter nas boas novas de Jesus e em todo o livro sagrado base para minha vida e alimento para minha fé.
Protestantes
Eis um título que considero no mínimo interessante. Quem seria o protestante? A primeira resposta é alguém que protesta por algo. É isso mesmo! Essa é a ideia, o protestante cristão tem que ser alguém que proteste contra o sistema pecaminoso conhecido na Palavra de Deus como “mundo” ou “século”. Então será que nossa postura deve ser sair por aí em passeatas, caras-pintadas, gritando para todo mundo ouvir o nosso protesto? Não é bem assim. Na Palavra temos diversos exemplos de servos de Deus que protestaram contra o pecado sem fazer barulho, mas se necessário for fazer um movimento, que seja pacífico e com propósitos firmados nas Escrituras.
Dessa maneira o povo de Deus pode sim se considerar Crentes e Evangélicos. Agora, se as vidas estão em conformidade com o mundo não adianta se dizer protestantes. Os profetas do Antigo Testamento eram protestantes, os missionários do Novo Testamento foram protestantes. E nós, temos protestado a favor do Reino de Deus?
ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.(Romanos 12.1,2)
Soli Deo Gloria